Primeiras Impressões: Nanatsu no Taizai: Kamigami no Gekirin

Arian Nascimento
(Revisor)
Nanatsu no Taizai: Kamigami no Gekirin/Studio DEEN
©Nanatsu no Taizai: Kamigami no Gekirin/Studio DEEN

Ficha Técnica – Nanatsu no Taizai: Kamigami no Gekirin

Gênero: Ação, aventura, shounen

Estúdio: Studio DEEN

Baseado em: Mangá

Diretor: Susumu Nishizawa

Data de estreia: 09/10/2019

A esperada terceira temporada de Nanatsu no Taizai finalmente está aqui, agora sendo animada pelo Studio DEEN, substituindo a A1 Pictures, estúdio responsável pelas primeiras duas temporadas. Assumir um anime desse porte durante uma saga esperada realmente não é uma tarefa fácil mas…caramba, esse não foi um bom começo.

A primeira coisa que estranhei foi o novo estilo de animação, que tem movimentos bem mais limitados e presos comparados ao trabalho prévio da A1 Pictures, e a súbita censura que esse episódio teve, com sangue branco e corações pretos aparecendo frequentemente nas lutas, algo que não havia ocorrido nas temporadas passadas, além disso, as batalhas tem poucos frames, e fazem uso frequente do velho truque de não mostrar um golpe fatal, apenas o que acontece depois dele, o que levou a uma falta de intensidade em vários momentos.

A trilha sonora por Hiroyuki Sawano continua sensacional, dando bastante energia para todas as cenas que foi usada e a música de abertura ROB THE FRONTIER, pela banda UVERworld é muito boa de se ouvir, mas é acompanhada por uma animação de abertura extremamente tediosa, com os personagens parados ou com pouco movimento a maior parte do tempo, chegando a parecer mais um AMV fanmade em vários momentos.

Em relação a história, o episódio teve uma vibe quase filler, com uma aventura breve e aparentemente de pouca consequência, servindo mais pra reintroduzir os personagens e a situação em que eles estão do que para avançar a história que só realmente deu uma leve avançada em momentos seletos do episódio.

Nanatsu no Taizai : Kamigami no Gekirin/Studio DEEN
©Nanatsu no Taizai : Kamigami no Gekirin/Studio DEEN

Sinopse

“Os “Sete Pecados Capitais”, um grupo maligno de cavaleiros que conspiraram para derrubar o Reino de Britânia, supostamente foram erradicados pelos Cavaleiros Divinos, embora ainda existam rumores de que eles estão vivos. Dez anos depois, os Cavaleiros Divinos realizaram um golpe de estado e assassinaram o rei, tornando-se os novos e tiranos governantes do reino. Elizabeth, a única filha do rei, sai em uma jornada para encontrar os “Sete Pecados Capitais”, e recrutá-los para que possam ajudar a tomar o reino de volta.

Expectativas

Esse não foi um bom começo pro Studio DEEN, mostrando uma animação fraca e desinteressante logo no primeiro episodio porém não foi de todo ruim, os personagens e o material original ainda são divertidos, então eu tenho uma leve esperança que a animação vai melhorar conforme a temporada avança e momentos chave serão mostrados. Ênfase em “leve”.

Por hora, recomendo mais só acompanhar o mangá mesmo.

Nota:3/5

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gustavo Rubinger
Gustavo Rubinger
1 ano atrás

Concordo total com essa critica! Gostei da trilha sonora, mas a abertura é um monte de corte do que ja tinhamos visto na introdução, espero que melhore muito, pois nanatsu é um dos melhores animes que ja vi!

Shink
Shink
1 ano atrás

Prefiro mesmo que cancele essa temporada do que ver uma magnífica obra ser adaptada de forma tão horrivel como está sendo, dificilmente essa censura vai sair! Decepcionante!

victor
victor
1 ano atrás

esse studio e bom, agora eu to confuso kkkkk