Primeiras Impressões: Nanatsu no Taizai: Kamigami no Gekirin

Arian Nascimento
(Revisor de notícias)
Nanatsu no Taizai: Kamigami no Gekirin/Studio DEEN
©Nanatsu no Taizai: Kamigami no Gekirin/Studio DEEN

Ficha Técnica – Nanatsu no Taizai: Kamigami no Gekirin

Gênero: Ação, aventura, shounen

Estúdio: Studio DEEN

Baseado em: Mangá

Diretor: Susumu Nishizawa

Data de estreia: 09/10/2019

A esperada terceira temporada de Nanatsu no Taizai finalmente está aqui, agora sendo animada pelo Studio DEEN, substituindo a A1 Pictures, estúdio responsável pelas primeiras duas temporadas. Assumir um anime desse porte durante uma saga esperada realmente não é uma tarefa fácil mas…caramba, esse não foi um bom começo.

A primeira coisa que estranhei foi o novo estilo de animação, que tem movimentos bem mais limitados e presos comparados ao trabalho prévio da A1 Pictures, e a súbita censura que esse episódio teve, com sangue branco e corações pretos aparecendo frequentemente nas lutas, algo que não havia ocorrido nas temporadas passadas, além disso, as batalhas tem poucos frames, e fazem uso frequente do velho truque de não mostrar um golpe fatal, apenas o que acontece depois dele, o que levou a uma falta de intensidade em vários momentos.

A trilha sonora por Hiroyuki Sawano continua sensacional, dando bastante energia para todas as cenas que foi usada e a música de abertura ROB THE FRONTIER, pela banda UVERworld é muito boa de se ouvir, mas é acompanhada por uma animação de abertura extremamente tediosa, com os personagens parados ou com pouco movimento a maior parte do tempo, chegando a parecer mais um AMV fanmade em vários momentos.

Em relação a história, o episódio teve uma vibe quase filler, com uma aventura breve e aparentemente de pouca consequência, servindo mais pra reintroduzir os personagens e a situação em que eles estão do que para avançar a história que só realmente deu uma leve avançada em momentos seletos do episódio.

Nanatsu no Taizai : Kamigami no Gekirin/Studio DEEN
©Nanatsu no Taizai : Kamigami no Gekirin/Studio DEEN

Sinopse

“Os “Sete Pecados Capitais”, um grupo maligno de cavaleiros que conspiraram para derrubar o Reino de Britânia, supostamente foram erradicados pelos Cavaleiros Divinos, embora ainda existam rumores de que eles estão vivos. Dez anos depois, os Cavaleiros Divinos realizaram um golpe de estado e assassinaram o rei, tornando-se os novos e tiranos governantes do reino. Elizabeth, a única filha do rei, sai em uma jornada para encontrar os “Sete Pecados Capitais”, e recrutá-los para que possam ajudar a tomar o reino de volta.

Expectativas

Esse não foi um bom começo pro Studio DEEN, mostrando uma animação fraca e desinteressante logo no primeiro episodio porém não foi de todo ruim, os personagens e o material original ainda são divertidos, então eu tenho uma leve esperança que a animação vai melhorar conforme a temporada avança e momentos chave serão mostrados. Ênfase em “leve”.

Por hora, recomendo mais só acompanhar o mangá mesmo.

Nota:3/5

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of