Primeiras Impressões: Burn The Witch Assista como um filme e não uma série!

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Burn the Witch
©Burn the Witch

Ficha técnica – Burn the Witch

Gênero: Ação, Magia, Fantasia, Shounen
Estúdio: Studio Colorido
Origem: Mangá
Data de estreia: 02/10/2020

Burn the Witch veio como uma série de três episódios, mas, na verdade, não é uma série, mas sim um filme que está sendo lançado nos cinemas japoneses no mesmo dia de seu lançamento aqui no Ocidente. E sim, leve isto em consideração quando for assistir à obra na plataforma, pois faz alguma diferença no entendimento do enredo, já que não há de fato um final fechado no fim de cada episódio na Crunchyroll, deixando a história meio aberta, não permitindo o entendimento completo do espectador, a menos que você assista aos três episódios de uma vez só.

Fora esta divisão que não me agradou muito, o filme anime tem um enredo interessante, porém pouco desenvolvido, já que foi baseado em um One-shot. Mas não deixa de ser divertido e de prender nossa atenção do começo ao fim. Mas talvez o que chame mais atenção neste anime seja o próprio autor, Tite Kubo, o mesmo criador do tão aclamado Bleach, e é perceptível nesta obra seus traços e roteiro característico, também trazendo “monstros” de outra dimensão (neste caso dragões), onde alguns deles são inimigos e outros amigos. Mas neste temos mais conflitos entre humanos do que entre humanos e monstros, sendo estes últimos irracionais e sem culpa de nada de mal que acontece neste mundo. E sim, temos garotas mágicas, mas não, elas não são do tipo kawaii ou lolis de mahou shoujo como estamos acostumados, mas do tipo decididas e que topam qualquer batalha.

A animação é simples, porém agradável e apropriada para a história, característica do Studio Colorido, que não costuma fazer animes de muita ação e efeitos especiais. O design de personagens lembra um pouco Bleach, por ser do mesmo autor, e o plano de fundo esta muito bem detalhado e bem feito.

Burn the Witch
©Burn the Witch

Sinopse: 

Historicamente, 72% das mortes em Londres estão relacionadas a dragões, criaturas fantásticas invisíveis para a maioria da população. Embora sejam desconhecidos para muitos, alguns personagens têm enfrentado essas criaturas.

Apenas os reversos londrinos que vivem do outro lado de Londres podem ver os dragões. Mesmo assim, apenas alguns poucos se tornam qualificados o suficiente para se tornarem bruxos ou bruxas que farão contato direto com eles.

Burn the Witch
©Burn the Witch

Expectativas:

Sim, vale a pensa conferir mais esta obra de Tite. A história é, apesar de rápida e curta, muito interessante e prende sua atenção do começo ao fim. Recomendo pra você que quer adicionar mais um anime à sua lista, que gosta de garotas mágicas sem ser lolis ou kawaiis, e que já adimira o autor e suas obras.

Nota: 4,0/5,0

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Candy
Candy
9 meses atrás

Na verdade o filme adapta os 4 capítulos do mangá, o one shot foi ignorado.

trackback

[…] Nota: 4,0/5,0 Fonte […]