Primeiras impressões – Vinland Saga

Vinícius Coelho
(Redator de Notícias)
Vinland Saga
© Vinland Saga

Vinland Saga – Ficha Técnica

Gênero AçãoAventuraHistóricoDramaSeinen.
Estúdio: Wit Studio
Baseado em: Mangá
Diretor: Shuhei Yabuta
Data de estreia: 07/07/2019

Parte técnica:

Essa obra era uma das mais esperadas para a temporada de verão deste ano, isso porquê, tanto o estúdio quanto a staff  tem muita experiência na indústria. O Wit Studio (Koutetsujou no Kabaneri, Shingeki no kyojin) está a cargo da produção da obra e sua staff é muito competente – o anime está sendo dirigido pelo diretor Shuhei Yabuta (Inuyashiki Last Hero, Attack on Titan), Takahiko Abiru (Hunter × Hunter) está responsável pela produção dos designs de personagens e Hiroshi Seko (Banana Fish, Ajin – Demi-Human) está supervisionando os roteiros.

Podemos admitir que o primeiro episódio entrega quase tudo que havia sido proposto e esperado, logo no começo temos muita ação – as cenas são bem fluídas, mas contém um leve CG – nada que atrapalhe o desenvolvimento da luta e das cenas. Ao decorrer do episódio, vemos um bom desenvolvimento, tanto com relação a construção de mundo quanto o desenvolvimento dos personagens em si.

O ritmo do anime é bem diversificado, uma hora temos um humor leve, outras vezes nos é apresentado um drama profundo, e mesmo contendo diversos tipos do gênero, o anime em nem um momento se perde, ele mantém o ritmo certo em todo o tempo, todos os tópicos são dosados nas medidas certas, não havendo assim, o abuso de um recurso narrativo.

As trilhas sonoras são cativantes e instigantes, nos fazendo submergir e adentrar mais no clima e enredo que nos é apresentado, até mesmo a fotografia é muito bem feita e são colocadas em momentos chaves.

Os visuais apresentados são padrão estúdio, um destaque para a opening que promete uma variedade de personagens e designs peculiares e diferenciados.

©Vinland Saga
© Vinland Saga

Sinopse:

“Thorfinn é filho de um dos maiores guerreiros dos vikings, mas quando seu pai é morto em batalha pelo líder mercenário Askeladd, ele jura ter sua vingança. Thorfinn se junta ao grupo de Askeladd para desafiá-lo para um duelo, e acaba preso no meio de uma guerra pela coroa da Inglaterra.”

Expectativa:

Com o primeiro episódio dosado e distribuído de maneira certa, esse anime cumpre o que havia sido prometido, pelo menos, nesse episódio, basta saber se os demais manterão o nível estabelecido. A história é bem peculiar e chama bastante atenção, além disso, a responsabilidade pela produção está em ótimas mãos, com isso, podemos concluir que esta obra tem tudo para se tornar a melhor da temporada e quem sabe até do ano, basta querer!

Com toda a certeza essa obra vale a pena ser assistida e acompanhada.

Nota: 5/5

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.