Primeiras Impressões: Meikyuu Black Company Saindo o isekai do escravo, o que esperar de um anime de comédia com um enredo que aborda um assunto tão delicado?

jonathanmss
(Revisor)
Meikyuu
©Meikyuu Black Company

Ficha Técnica – Meikyuu Black Company

Nome Alternativo: The Dungeon of Black Company

Gênero: Comédia, Fantasia

Estúdio: Silver Link

Baseado em: Mangá

Data de estreia: 09/07/2021

Foi lançado o Meikyuu Black Company, mais um isekai que quer sair do clichê dos isekais genéricos e está entrando no novo clichê dos “diferentões”, assim como o Drugstore in Another World (primeiras impressões aqui), o anime saiu do foco de batalha contra monstros e vilões e está numa pegada mais “Slice of Life”, será que essa nova moda pega?

Sinopse:

Kinji é uma pessoa que não tem o menor traço de ética ou disciplina de trabalho, pois os considera desnecessários e até irritantes de considerar. Um dia, ele descobre que foi transportado para outro mundo, mas não um mundo de fantasia onde é saudado como o herói que derrotará o Rei Demônio ou qualquer outro clichê atual da indústria, mas um onde ele é escravizado para fazer um trabalho horrível! Agora escravo de uma empresa de mineração malévola, Kinji aprenderá da maneira mais difícil o significado de trabalho duro.

Meikyuu Black Company
©Meikyuu Black Company

Sobre o episódio:

O episódio piloto é basicamente a sinopse, Ninomiya Kinji é um homem de sucesso no “nosso mundo”, onde conseguiu independência financeira, ou seja, acumulou patrimônio o suficiente para que não precise mais trabalhar, porém de repente foi transportado para um outro mundo sem nada e é obrigado a fazer trabalhos forçados para sobreviver e é a partir daí que desenvolve a trama.

Neste episódio conhecemos Kinji, que podemos resumir como “Agostinho Carrara com grife”. Ele não gosta de trabalhar, metido a malandro e quer tirar vantagem de tudo e todos. Porém nesse meio tempo conhece Wanibe, um homem-lagarto que apesar de ser um pouco “lento”, é um cara mais íntegro e que acredita nas outras pessoas.

Kinji conhece também Rimu, que não vou entrar em detalhes sobre ela porque é spoiler do plot central do episódio, mas adianto que dos três parece ser a personagem mais interessante.

Também nos é apresentado o contexto daquele mundo, onde os heróis investigaram muitas das dungeons, e os tempos modernizaram e eles não são mais necessários, e a dungeon onde Kinji trabalha é rica em Demonite, um mineral aparentemente valioso neste mundo. E a empresa que administra os campos de exploração são o estereótipo de mega corporações que impõem metas absurdas e que obrigam os trabalhadores a trabalhar de maneira exaustiva 16 horas por dia, assunto que tem se tornado mais comum nos animes por ser um problema que vivem atualmente muitos trabalhadores no Japão.

Em relação ao visual, não tenho nada a reclamar, os personagens são muito bem desenhados, na parte de close tem detalhes que parecem que o traço é de um autor de hentai, os cenários são bonitos, mas a animação é mediana, apesar de até o momento não ter cenas que exigiam muita qualidade técnica dos animadores.

Meikyuu
©Meikyuu Black Company

Expectativas:

Sinceramente, minhas expectativas são muito baixas, apesar do anime ser de comédia e fantasia, só vi a parte de fantasia, pois não teve nenhuma piada que me fizesse rir.

Kinji também é muito forçado com o estereótipo do malandrão, não sei se é porque não gosto desse tipo de personagem, mas simplesmente não me prendeu, não tive nenhum sentimento em relação a ele. O mesmo é um personagem fraco e pouco interessante… já o Wanibe pior ainda, completamente sem sal, enquanto a única personagem que salva é a Rimu, que é aquele arquétipo de loli que só se preocupa com suas necessidades, que não liga pra nada e quer só saber de comer, e apesar de não ter sido desenvolvida, é a personagem que vejo mais potencial pra sair boas risadas.

As poucas coisas que realmente me chamaram a atenção são o visual e o enredo, enquanto que o visual tecnicamente não tenho nada a criticar, mas não tem nada de excepcional, já o enredo foi o que achei mais curioso e diferente, foi isso que me deixou curioso para saber o que virá nos próximos episódios, mas é mais mérito do autor do que o anime.

Acredito que vale a pena acompanhar os próximos episódios, porém não criem muitas expectativas, provavelmente será aquele anime que assistirá por falta de algo melhor e vai preencher tabela, eu pretendo continuar assistindo, mas se continuar nesta pegada provavelmente droparei.

Nota: 3,0/5,0

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments