Não sabemos que não sabemos o que não sabemos… Fatos acontecidos no passado devem ser parâmetros para se projetar o futuro?

Fabio Andrade
Boku no Hero Academia
©Boku no Hero Academia

Em uma de suas canções, Cazuza dizia uma frase interessante: “Eu vejo o futuro repetir o passado”. Pois bem, vamos falar sobre isso, se formos olhar no quesito de probabilidades, quantos “por cento” temos de certeza que o fato acontecido no passado irá se repetir no futuro? Isso pode mesmo suceder? O que eu não percebi?

Era um vez um peru, este nobre animal era extremamente bem cuidado por seu dono, bem alimentado, bem guardado – e até bem tratado, o objetivo do dono era manter o peru bem gordinho e feliz para utilizar o mesmo na ceia de natal, o peru tinha um tempo estimado de vida – mas  ele não sabia disso. Pense… Para o peru, o dono era uma pessoa maravilhosa, alguém sem igual, se ele recebesse a visita do “sindicato dos perus”, com certeza o pobre animal falaria que seu dono era um grande defensor da Raça, um santo.

O fato do Peru ser bem tratado por 365 dias com certeza causou uma impressão errado nele, mal ele sabia que o que tinha acontecido em 365 dias não deveria ser parâmetro para o que ia acontecer no dia 366, ou seja, o passado foi uma armadilha emocional para o peru, o passado cegou o seus olhos para as possibilidades. Embora algo tenha acontecido no passado, não significa que o mesmo acontecerá no futuro, apesar de muitos acreditarem que sim, a vida não é linear, dificilmente as coisas acontecerem como deveriam acontecer.

Boku no Hero Academia
©Boku no Hero Academia

A quarta temporada de Boku no Hero está chegando ao fim e vemos um desfecho super interessante acontecendo, Sir Nighteye com sua “previsão” identificou que, ao invadir o covil de Overhaul, Midoriya e ele seriam mortos e o vilão iria fugir com a garota Eri, até então, nunca sua “especialidade” tinha falhado. Entretanto, o menino Deku – mesmo sabendo da previsão, se negou a acreditar em um futuro determinado, definitivamente se recusou a aceitar que a visão recebida no passado iria realmente se cumprir no futuro, e sim, a força de vontade de Midoriya o fez mudar o futuro, Sir Nighteye não conseguia acreditar no que via…

Não sou um matemático “nativo”, eu sinceramente falo o idioma da matemática com um sotaque bem estrangeiro – mas vamos pensar um pouco mais, nunca podemos confundir ausência de evidência com evidência de ausência. Não existe um futuro determinado, você e eu podemos mudar o nosso futuro, nenhum ser humano tem a habilidade de determinar o que pode acontecer, e mesmo que tenhamos fracassado no passado, não significa que iremos fracassar no futuro.

Pensar que “previsões” não podem ser alteradas é uma ação sem coerência, é como um restaurante sem cozinha… Que possamos aprender com Sir Nighteye – e com o pobre peru,  não existe um futuro determinado, cada um de nós com determinação e disciplina pode mudar a história ao seu redor, mesmo que algo esteja errado, devemos ter sempre em mente que o câncer deve ser interrompido antes de fazer a metástase, com estes pensamentos e com determinação, o céu é o limite!!

Venha participar desta conversa, dê a sua opinião.

(Obrigado por ler até o fim!!)

 

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

2
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Fabio AndradeRita de Cássia Lima do Nascimento Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Rita de Cássia Lima do Nascimento
Visitante
Rita de Cássia Lima do Nascimento

Legal a discussão, quando se estuda história praticamente tentamos não repetir os erros do passado, quase impossível mas tudo bem!