Baraou no Souretsu – Autora lamentou todo o conteúdo que foi omitido no anime A autora pediu para quem gostar da história ler o original

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Baraou no Souretsu
©Baraou no Souretsu

É do conhecimento geral que as adaptações de anime muitas vezes omitem o conteúdo da obra original, seja um mangá e, em maior medida, uma light novel. Aya Kanno, autora do mangá Baraou no Souretsu (Requiem of the Rose King), lamentou que essa situação esteja acontecendo com a adaptação em anime de seu principal trabalho. Através do Twitter ela escreveu:

“Existem alguns eventos que o anime teve que cortar por causa do tempo, então se você está assistindo o anime Baraou no Souretsu, o mangá está lá para você também… Tem ainda mais batalhas, cenas sensuais, decapitações e sangue. A adaptação do anime tem voz, som, cor e movimento, o que a torna muito mais emocionante… E se você assistir o anime e depois ler o mangá, poderá repetir os diálogos com a voz do ator.”

Mais tarde, ela comentou:

“A razão pela qual eu disse isso antes é que… mesmo que haja ainda mais histórias cortadas no futuro, ainda há a história original! É apenas uma prévia do que está por vir (eu sei que é inevitável, eu entendo!).”

Sinopse:

A coroa da Inglaterra tem sido fortemente contestada ao longo da história e, na Idade Média, uma série de grandes guerras civis é conhecida como a “Guerra das Rosas”. Reivindicando o direito ao trono, o duque de York busca derrotar o rei Henrique VI e seu herdeiro para se tornar rei.

Em um dia sombrio e cheio de maus presságios, o duque ganha um filho: Richard Plantagenet, o terceiro de seu nome. Nem homem nem mulher, pois tem ambos os sexos. Ricardo III é imediatamente rejeitado por sua própria mãe, então o ódio se torna o pão de cada dia em sua infância, levando-o a odiar seu próprio corpo e a ser chamado de “demônio” pelos outros.

Richard fica preocupado ao ter visões da ex-inimiga da Inglaterra, Joana d’Arc, que o insulta dizendo que ela trará a ruína para todos que ela conhece. Desde então, Richard acredita que pode evitar seu destino ajudando seu pai a se tornar rei. Porém, amaldiçoado pelas expectativas muito baixas por parte de sua mãe e Juana, as ações de Richard acabarão afundando sua família?

Mais sobre:

Kanno começou a publicar o mangá na revista Princess da editora Akita Shoten em novembro de 2013.

Kentarou Suzuki (Kud Wafter, Satsuriku no Tenshi) está dirigindo o anime no J.C. STAFF StudiosHiroki Uchida (Panzerjagd no Fantasia, Schwarzesmarken, Suisei no Gargantia: Mizuhana no Bellows) é o encarregado de escrever e supervisionar os scripts. Tsutomu Hashizume (Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku wo!, Prison School, Shimoneta para Iu Gainen ga Sonzai Shinai Taikutsu na Sekai) é o responsável pelo design dos personagens.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.