Dragon Ball Super: Super Hero – Diretor explicou porque apostou no CGI Os fãs estão apreensivos com a decisão

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Dragon Ball Super: Super Hero
©Dragon Ball Super: Super Hero

Dragon Ball Super: Super Hero tem muito a provar aos fãs este ano. O filme marca o retorno do anime após Dragon Ball Super: Broly, um filme que foi universalmente elogiado pelos fãs da franquia. Mas este novo projeto está indo em uma direção muito diferente, com foco na Terra e estilo de animação único. Como você pode imaginar, o estilo de animação em CG deixou os fãs novos e antigos nervosos, mas o diretor do filme quer que os internautas fiquem tranquilos com a grande mudança.

Os comentários foram feitos recentemente quando a franquia Dragon Ball realizou um painel durante uma transmissão online sobre o novo filme. Tetsuro Kodama apareceu lá para uma breve sessão de perguntas e respostas, e o diretor disse que a animação em CG do filme veio da curiosidade de sua equipe. ‘Nós também crescemos no meio da geração ‘Dragon Ball‘ da Shonen Jump, e desde então o fandom ficou cada vez maior para se tornar esse grande fenômeno. Mas estamos em uma missão para abrir novos caminhos e ajudar a cultivar novos fãs. Então, que tipo e estilo de animação ajudaria a atingir esse objetivo? Foi daí que surgiu este projeto.’

Ele continua: “Quanto a esse novo visual, o que mais o diferencia são as sombras. Adotamos uma abordagem para fazê-los parecer desfocados ou ter uma mistura mais gradual, o que dá uma impressão geral mais suave. Essa é uma das grandes diferenças. (…) Quero também salientar que os personagens deste filme se movimentam muito”. O filme Dragon Ball Super: Super Hero será o primeiro projeto da franquia a usar esse tipo de design, e seus vídeos mais recentes impressionaram os internautas com sua ação fluida. Agora, a única questão que resta é se o filme pode manter sua estética e atender às altas expectativas que os fãs têm para ele.

Sinopse:

Sete anos se passaram desde os eventos de Dragon Ball Z, a Terra está em paz e as pessoas vivem livremente, sem perigos à espreita no universo. No entanto, essa paz é temporária, pois uma entidade do mal vem das profundezas da escuridão da galáxia: Beerus, o deus da destruição.

Perturbado por uma profecia que dizia que ele seria derrotado por um “Deus Super Saiyajin”, Beerus e seu assistente angelical Whis, começam a explorar o universo em busca dessa forma de vida misteriosa. Eles não demoram muito para chegar à Terra, onde encontram Goku, um dos guerreiros mais fortes daquele planeta.

Mais sobre:

Akira Toriyama e Toyotarou começaram a publicar o mangá Dragon Ball Super através da revista V Jump da Shueisha em junho de 2015. A obra inspirou uma adaptação de anime de 131 episódios, produzida pela Toei Animation Studios, sob a direção de Kimitoshi Chioka e roteiros escritos por Toriyama, lançada em julho 2015. Um filme intitulado Dragon Ball Super: Broly foi lançado em 14 de dezembro de 2018.

Tetsuro Kodama (The Bears ’School, Eiga Kuma no Gakkou: Patissier Jackie para Ohisama no Sweets, Ganbare! Lulu Lolo – Tiny Twin Bears) se encarrega da direção nos estúdios Toei Animation. Chikashi Kubota (One Punch Man, Toki wo Kakeru Shoujo, Robotics; Notes) se encarrega da direção de animação. Naoki Satou (Ansatsu Kyoushitsu, Koukyoushihen Eureka Seven, Blood-C) se encarrega da composição da trilha sonora.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.