Evangelion 3.0+1.0 – Studio Ghibli ajudou na produção do longa Uma parte da animação foi feita da maneira mais tradicional

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Evangelion 3.0+1.0
©Evangelion 3.0+1.0

O filme Evangelion: 3.0 + 1.0 Thrice Upon a Time, a quarta e última parte do projeto Rebuild of Evangelion, já se destaca como o filme de maior sucesso de toda a franquia, embora ainda não tenha sido lançado fora do Japão. Enquanto os fãs ainda esperavam, a produção lançou um vídeo especial dos bastidores.

Sem dar detalhes sobre a narrativa, em algum momento da produção, o criador Hideaki Anno e sua equipe do Studio Khara buscaram fazer uma sequência com animação tradicional. Em vez de usar tablets eletrônicos, eles decidiram que essa seção deveria conter traços quadro a quadro desenhados à mão no estilo mais clássico, usando uma mesa de animação tradicional.

No entanto, havia um problema: o Studio Khara não tinha uma mesa de animação tradicional, uma vez que foi fundado em 2006, quando a indústria de anime já tinha mudado totalmente para a animação digital. O Studio Ghibli foi a primeira escolha na mente de Hideaki Anno, que solicitou as licenças correspondentes e trouxe seu material para o local, usando as ferramentas emprestadas.

O vídeo mostra o técnico primeiro colocando a arte de fundo e, em seguida, colocando as várias camadas para o protagonista Shinji. O que é mostrado são células já que seu rosto / cabelo e corpo / roupa são traços artísticos separados, pois se movem independentemente um do outro. Entre cada capa, o técnico limpa a moldura com uma luva macia e espanador, certificando-se de que não restará nenhuma partícula de sujeira ou outros detritos para estragar a foto.

A atenção meticulosa aos detalhes está de acordo com a reputação de Anno e Miyazaki como criadores de anime com níveis incomparáveis ​​de dedicação ao seu ofício, e o vídeo atraiu vários comentários sobre isso. O post do Studio Khara menciona que esta mesa de filmagem é a única deixada pelo Studio Ghibli, dando uma dica de como a produção de animação avançou a partir dessas técnicas.

Este novo filme já é a parte de maior bilheteria de toda a franquia, tanto no Japão quanto internacionalmente, apesar do fato de que só foi lançado em um país até agora. Por fim, o longa-metragem estreou em 466 cinemas no Japão no dia 8 de março, após uma série de atrasos causados ​​pela pandemia de COVID-19.

Sinopse:

Shinji Ikari ainda está à deriva depois de perder a vontade de viver, mas o lugar em que chega lhe ensina o que significa ter esperança. Finalmente, o Projeto de Instrumentalidade é colocado em movimento e Wille faz uma última e extenuante resistência para evitar o Impacto Final”.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments