Gokushufudou – Primeiro trailer ganha chuvas de críticas Não é animação ruim, é arte gente......

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Gokushufudou
©Gokushufudou

No dia 1º de março foi publicado o primeiro vídeo promocional da adaptação animada do mangá escrito e ilustrado por Kousuke Oono, Gokushufudou. Esta nova produção dos estúdios J.C.STAFF foi amplamente criticada por fãs que apontavam o vídeo promocional como “no mesmo nível de uma apresentação em PowerPoint“.

Os comentários que se destacaram na postagem original, tanto do público ocidental quanto do japonês, incluem:

“E a animação? Eu só vejo imagens. Como slides passando pelo vídeo em vez de uma série animada. O mangá é muito bom, mas então é essa a “animação” que a Netflix está financiando? Este trabalho merecia mais… “
“Nada de bom poderia ser esperado de um projeto da Netflix. Ainda assim, como é bom ver Kenjiro Tsuda em um papel de liderança. “
“Espero que este vídeo promocional seja a única coisa mal produzida nesta série.”
“Muito boa apresentação em PowerPoint. E o vídeo promocional?”.
“Muita gente reclamando do fato de parecer uma apresentação de PowerPoint. Eu prefiro aquelas imagens estáticas com uma boa dublagem e um bom enredo do que uma animação ruim que parece ter sido feita por um estudante do ensino médio.”
“Desculpe, acho que estou confuso, cadê a animação?”
“A animação me lembra aqueles hentai de baixo orçamento onde eles usam Adobe para fazer as cenas com movimento.”
“O Queen Bee Studios está participando?”
“Não esperava muito da J.C. STAFF, mas até eles podem superar seus próprios níveis de mediocridade.”

O portal Comic Natalie compartilhou um comentário da diretora Chiaki Kon (Arcana Famiglia, Back Street Girls: Gokudolls, Higurashi no Naku Koro ni), que declarou ser esse o estilo de animação que lhe era exigido: “Do vídeo foi adotada a promoção de uma produção “imóvel” dos painéis mangá. Os produtores me disseram ‘Faça uma animação que pareça um mangá! Deixe os personagens não se mexerem!’, E deu muito trabalho… Houve cenas em que pensei:’ Seria muito mais fácil se fizéssemos do zero da forma tradicional’. Enfim, o trabalho era muito complicado.

O portal japonês também compartilhou um comentário do autor: “Achei que o método de animação se adequava muito bem ao clima acelerado da obra original. Senti que a velocidade dos gags não foi prejudicada pelas várias formas de mostrar e dirigir com materiais limitados. Também acredito que as atuações dos dubladores podem ser sentidas e apreciadas diretamente.

Mais sobre:

Oono tem publicado o mangá no site Kurage Bunch da editora Shinchosha desde fevereiro de 2018.

A obra está inspirando uma adaptação para série live-action estrelada por Hiroshi Tamaki como Tatsu e Haruna Kawaguchi como Miku. A série vai ao ar como parte do bloco “Sunday TV” na Nippon Television todos os domingos.

Chiaki Kon (Back Street Girls: Gokudolls, Bishoujo Senshi Sailor Moon Eternal Movie 1, Golden Time, Higurashi no Naku Koro ni) está dirigindo o anime no J.C. STAFF StudiosSusumu Yamakawa (Back Street Girls: Gokudolls, Maiko-san Chi no Makanai-san) é responsável por escrever e supervisionar os roteiros.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments