Shachiku-san wa Youjo Yuurei ni Iyasaretai confirma data de estreia em novo trailer O anime chega em abril

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Shachiku-san wa Youjo Yuurei ni Iyasaretai
©Shachiku-san wa Youjo Yuurei ni Iyasaretai

No site oficial da adaptação em anime do mangá escrito e ilustrado por Imari Arita, Shachiku-san wa Youjo Yuurei ni Iyasaretai (Ms. Corporate Slave Wants to be Healed by a L*li Spirit), foi revelado o terceiro vídeo promocional para o projeto. O vídeo confirma que a estreia está marcada para 7 de abril no Japão e mostra um fragmento do tema de abertura intitulado “Cherish” e interpretado por Kaori Ishihara.

O comunicado também anunciou novos membros do elenco de voz, incluindo:

  • Yui Ogura como Miko-chan, uma garota deidade demoníaca;
  • Sayaka Kaneko como Kon, assistente de Miko-chan. Shuu Natani como outro dos assistentes.
Shachiku-san wa Youjo Yuurei ni Iyasaretai
©Shachiku-san wa Youjo Yuurei ni Iyasaretai

Elenco de vozes:

  • Rina Hidaka como Yuurei-chan;
  • Hisako Kanemoto como Fushihara-san;
  • Konomi Kohara como Miyako;
  • Maaya Uchida como Satsuki Kurahashi;
  • Kaori Ishihara como Lily.

Sinopse:

Quando Fushibara-san, uma escrava corporativa, está trabalhando até meia-noite, um fantasma loli se preocupa com ela e tenta assustá-la para que volte para casa. Ele até a ajuda em seu trabalho, trazendo comida e dizendo “Tachisare!” Com uma voz doce que não conseguia assustar ninguém. Que tal uma história comovente sobre a vida diária entre um fantasma loli e Fushibara-san, uma funcionária corporativa?

Mais sobre:

Arita começou a publicar o mangá através das páginas da revista Monthly Shonen Gangan da editora Square Enix em agosto de 2019. O mangá começou a ser publicado na conta do autor no Twitter desde fevereiro de 2019, e os conteúdos publicados na revista diferem dos publicados de forma independente, embora ambas as edições sejam reunidas nos volumes de compilação.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.