Tokyo Babylon 2021 – Staff admite acusações de plágio Dois designs de personagens eram cópias de outros trabalhos

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Tokyo Babylon 2021
©Tokyo Babylon 2021

O site oficial da adaptação animada do mangá escrito e ilustrado pelo grupo criativo CLAMP, Tokyo Babylon, que se chamará Tokyo Babylon 2021, postou um pedido de desculpas pelo uso não autorizado do figurino em dois personagens. Os designs em questão foram apresentados em imagens promocionais e designs de personagens, então a equipe de produção removeu todas as imagens e vídeos promocionais postados até o momento. Também foi notado que os projetos serão modificados.

Os designs dos personagens foram revelados no dia 19 de novembro através do site oficial, e eles relataram que no dia seguinte receberam uma mensagem indicando a possibilidade de designs existentes feitos por terceiros terem sido usados ​​sem autorização. Os dois desenhos em questão pertencem aos personagens Hokuto e Subaru Sumeragi. O de Hokuto foi apontado como similar a um visual promocional do grupo sul-coreano Red Velvet em uma fotografia tirada para promover o evento “The ReVe Festival” em 2019. Por sua vez, o design de Subaru  foi apontado como cópia de um design para um produto Volks que foi lançado em 2017.

Tokyo Babylon 2021
©Tokyo Babylon 2021
Tokyo Babylon 2021
©Tokyo Babylon 2021

No mesmo dia, a investigação confirmou que os desenhos dos personagens, especificamente os figurinos, haviam de fato sido resultado de plágio. A equipe de produção admitiu que a verificação dos materiais e o cuidado com os direitos autorais não foram feitos como deveriam e que a diminuição dos mesmos os levou a negligenciar esses aspectos. A equipe expressou suas sinceras desculpas aos detentores de direitos, revelando que pretendem formar uma equipe de revisão mais eficaz para prevenir situações semelhantes no futuro.

Sinopse:

Ao longo de suas 7 edições, o título mostra a relação entre Subaru, então um simples exorcista, e sua irmã gêmea Hokuto com Seishiro – que oculta sua face de assassino cruel na pele de um simpático veterinário. A história começa com uma série de mistérios e acidentes que ocorrem na Torre de Tóquio. Subaru Sumeragi, ainda com apenas 16 anos, é chamado para exorcizar o prédio. Ao lado de sua irmã e de Seishiro, o rapaz usa seus poderes para acalmar os espíritos que ameaçam a segurança e o equilíbrio de Tóquio, desvendando este e mais outros casos.

Mais sobre:

Shingo Suzuki (K: Missing Kings, K: Return of Kings, Coppelion) e Susumu Kudo (K, Coppelion, Hand Shakers) estão dirigindo o anime no estúdio GoHands, e Jun Kumagai (Aquarion Logos, Persona 3 the Movie Series, Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu, Bungou to Alchemist: Shinpan no Haguruma) está encarregado dos roteiros da série. Makoto Furuta (Seitokai Yakuindomo, K: Seven Stories – The Idol K) está realizando o design dos personagens, e Furuta e Keiji Tani estão trabalhando como diretores de animação.

Fumiyuki Go está dirigindo o som, e Noriyuki Asakura (Rurouni Kenshin, Sidonia no Kishi) está compondo a música na King Records.

O mangá, lançado em 1991 pela CLAMP, já inspirou um episódio de anime original em 1992 e um segundo em 1994. Também inspirou dois videoclipes live-action e um videoclipe animado em 1992, bem como um filme live-action em 1993. O personagem principal Subaru Sumeragi apareceria mais tarde no mangá “X” da CLAMP e em suas adaptações para anime.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] que a estreia, prevista para abril de 2021, foi adiada indefinidamente. O atraso foi causado por denúncias de plágio na concepção dos figurinos de dois personagens, e que a equipe admitiu […]