Wave, Listen Me! – Entrevista do autor Hiroaki Samura pela Comic Natalie "O gênero deste mangá não é claro o suficiente para chamá-lo de "mangá de rádio" [...]se você olha para o anime, pode pensar: "Que tipo de anime é esse?"

Matheus Henrique
(redator de noticias)
Wave, Listen me
©Wave, Listen me

A animação Wave, Listen me (Nami yo Kiitekure), do mangá original de Hiroaki Samuro, foi lançada no começo de abril na temporada de primavera 2020. Antes do seu lançamento, o autor do mangá foi entrevistado pelo jornal Comic Natalie sobre a animação de seu “mangá de rádio” que, em sua perspectiva, seria de difícil visualização.

A Anime United traduziu alguns trechos da entrevista. Confira abaixo:
Jornalista(J): Muitos fãs do mangá ficaram felizes com o anúncio da animação de TV “Listen to the waves”, mas também há alguns dizendo “Isso pode ser animado?”.
Hiroaki Samuro (HS): Há uma parte que eu também pensava isso (risos).
J: Na verdade, Riho Sugiyama, que interpreta a protagonista Minare Sumida, comentou: “Espero que você possa visualizar que tipo de animação os quadrinhos de Samuro-sensei na indústria do rádio, que dizem serem difíceis de visualizar, se tornaram animados”. Eu estava fazendo isso. Por que motivo o autor original achou difícil fazer a animação?
HS: O gênero deste mangá não é claro o suficiente para chamá-lo de “mangá de rádio” (risos). É por isso que, mesmo se você olha para o anime, pode pensar: “Que tipo de anime é esse?” Eu acho difícil nesse sentido.
J: Realmente, existem muitos incidentes fora do rádio, por isso que é um trabalho reunir tudo isso.
HS: É basicamente uma história de rádio, mas não é só esse o tema, mas também da cidade de Sapporo, em Hokaido. No entanto, acho que existem muitas cenas bastante estranhas em termos visuais…
 J: O primeiro PV do anime começa com Minare enfrentando um urso na floresta…
HS: Ah sim! Então, eu não achei chato visualmente, mas vendo o PV, realmente eu não iria saber do que se trata o anime.

Confira o PV 1 abaixo:

 

J: Se você ler o original, há bastante informação. Primeiramente há muita conversa […] com as letras saindo dos balões. Eu posso ler os mangás no meu próprio ritmo, mas fico imaginando como seria quando ouvisse tanto diálogo em animes.
HS: Claro, existem sim muitas falas no anime, mas acho que o ritmo é realmente bom, e Sugiyama (Riho Sugiyama), que interpreta o papel de Minare, tem o poder de finalizá-lo.
 
J: Estou ansioso por isso. O apelo da obra “Wave, Listen me” deve-se em grande parte a personagem principal Minare.
HS: Quando você olha apenas para o mangá, você pode pensar: “Este mangá tem muitos balões”, mas quando você ouve uma voz, é destacado que “esta mulher é a única que está falando” (risos). Fiquei me perguntando se havia um anime que o personagem principal pudesse falar tanto. Mas não estou preocupado com isso.
J: Você também pode ver um vídeo da “A 2ª Versão de Comentário do PV Minare  do Sugiyama“, que continua falando, mas foi muito bom.
HS: Isso mesmo. Tanto quanto posso ver, foi bem recebido, então acho que foi bom. Se consegue andar ou não, depende de Minare, depende da Sra. Sugiyama (risos).
 

Confira o PV 2 abaixo:

 
 Para a entrevista completa, clique aqui.

Sinopse:

Sapporo, Hokkaido, em uma noite, a nossa heroína, Minare Koda, derrama os seus problemas sentimentais em um funcionário de uma estação de rádio que conhece enquanto bebe numa noite. No dia seguinte, ela ouve uma gravação das suas lamentáveis queixas ao vivo na rádio. Minare invade a estação furiosa, apenas para ser enganada pelo diretor da estação a fazer um talk show de improviso, explicando as suas declarações. Com apenas uma gravação, as muitas facetas excêntricas da vida de Minare começam a dirigir-se para todas as direções enquanto ela se afunda cada vez mais no mundo do rádio.

Mais sobre:

Wave, Listen me foi lançado em 4 de abril de 2020. Desenvolvido pelos estúdios Sunrise (Code Geass). A direção é de Tatsuma Minamikawa e Shoji Yonemura é responsável pelo roteiro. Takumi Yokota é o designer dos personagens. Tsuyoshi Takahashi é o diretor de som e Motoyoshi Iwasaki está responsável pela composição das músicas. Hironori Nochi é o artista das cores, e Hirofumi Sakagami é o diretor de arte. Mayuko Koike é o diretor de composição da fotografia e Yoshiaki Kimura é o editor.
Original do mangá de Hiroaki Samura que lançou a obra em julho de 2014. A Kodansha publicou o sexto volume compilado do mangá em 22 de março. A Crunchyroll começou a publicação simultânea do mangá em inglês em 2018 e está lançando novos capítulos, quando lançados no Japão.

Fonte: Aqui.

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments