Após prisão de diretor da Gainax (Evangelion) dubladoras relatam casos de assédio na indústria A nova lei sobre assédio do Japão não consegue defendê-las

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Evangelion
©Evangelion

Algumas semanas atrás, o presidente do estúdio Gainax (Evangelion) foi preso pelo suposto ataque a uma aspirante a dubladora. Isso levou a uma nova discussão sobre a posição muitas vezes comprometedora de jovens dubladoras na indústria de anime.

Várias atrizes se apresentaram para uma reportagem sobre assédio sexual publicada online esta semana pelo jornal japonês Spa. Uma atriz de 26 anos, que deu sua entrevista sob o pseudônimo de Nomura, disse que, embora os problemas com “testes de sofá” não sejam grandes na indústria, é verdade que há um certo número de pessoas que se aproveitam de aspirantes a atriz.

Nomura relatou que os produtores às vezes tiram fotos de jovens atrizes em trajes de banho sob o pretexto de “acostumar-se a serem fotografadas” ou tocam nelas com o pretexto de “confirmar se possuem os músculos necessários para vocalizar adequadamente“.

A dubladora também falou sobre um caso em que estava bebendo com um membro de sua agência e confidenciou que estava tendo problemas com a articulação vocal. A pessoa com quem ela estava conversando sugeriu que fazer sexo oral ajudaria.

Ela explicou que em tais situações, muitas vezes é difícil responder ou recusar uma ordem dos que tem uma posição acima na ordem hierárquica, especialmente presidentes de estúdio, como no caso da Gainax.

O Spa também falou com a ex-dubladora Tezuka (pseudônimo), de 29 anos, que se aposentou após se casar. Ela relatou que, após uma audição, um gerente disse que ela cresceria mais rapidamente se dormisse com ele. Tezuka recusou, e esse mesmo gerente foi demitido por colocar as mãos em outra dubladora.

Existe uma lei que protege trabalhadores de assédio sexual nas empresas:

Uma nova lei anti-assédio entrou em vigor no Japão em maio de 2019 – mas como a maioria dos trabalhadores da indústria de anime, incluindo dubladores, são tecnicamente freelancers, a lei não os cobre.

Saiba mais sobre o caso: aqui.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
ThomasCristiano Brito de Almeida Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Cristiano Brito de Almeida
Visitante
Cristiano Brito de Almeida

Mano a gainax já passou por tanta coisa

Cristiano Brito de Almeida
Visitante
Cristiano Brito de Almeida

Mano a gainax já passou por tanta coisa só falta o eles …. a sei lá

Thomas
Visitante
Thomas

O atual Acordo Ortográfico é de 1990. Ainda não deu tempo para os redatores deste site aprenderem a escrever “antiassédio” corretamente?