Dois políticos no Peru fazem cosplay para obter o voto otaku Mas daí a pessoa vota pelo seu anime favorito ou pelo político favorito??

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
otaku
©Naruto

A agência de notícias EFE traçou um perfil dos políticos peruanos Jorge Hugo Romero e Milagros Juárez por sua estratégia peculiar para conseguir votos dos jovens: disfarçar-se de personagens de anime. Jorge Hugo Romero, que é membro do Partido Popular Cristão do Peru (PPC), se tornou viral por se vestir como um membro do Clã Akatuski da popular franquia Naruto. Em suas palavras, o político destacou que escolheu este traje porque “são ninjas renegados, que decidem se organizar contra as forças corruptas que causaram destruição e guerra”.

Romero disse à EFE que seu “caminho ninja” começou há onze anos quando ele começou a servir no Partido Popular Cristão. “Antes eu odiava a política, até perceber que, se não participasse dela, estaria deixando os corruptos continuarem a tomar decisões”, disse ele. Tal como outros jovens, salientou que se sentia desligado da política, pelo que decidiu abordá-los com um meio com o qual se identificassem: o anime. Ele disse que quer criar uma “aliança shinobi” por meio do Parlamento Andino. Se eleito para o parlamento, ele promete uma lei para que todos os diplomas universitários sejam válidos nos países da “aliança”, que é formada por Bolívia, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela.

Representando uma postura mais etnocêntrica, Milagros Juárez, candidata do partido nacionalista União pelo Peru (UPP), ficou famosa no TikTok por suas publicações se fantasiando de Neon Genesis Evangelion, Asuka Langley Souryuu e cantando a mítica canção “A Cruel Angel’s Tese “.

Ela alegou estar farta de políticos “corretos” usando terno e gravata enquanto perpetuam a corrupção. “Dizem que são sérios porque se vestem com elegância, mas quando chegam ao poder roubam e acabam decepcionando a população”, disse Juárez está fazendo campanha com uma proposta para deportar estrangeiros desempregados que cometeram crimes. “Não teremos paciência com quem continua cometendo crimes e nos tira a paz de espírito. Adotei a estética “otaku” porque é a minha forma de comunicar as coisas, mas a minha mensagem vai para as classes trabalhadoras, mães solteiras e jovens”, concluiu.

Segundo Benjamin Edwards, diretor da Sociedade Peruana de Marketing, o fenômeno ainda é um tanto incomum na América Latina, mas os políticos que o utilizam são inovadores e corajosos. “Os jovens não zombam deles nem riem deles. Eles acreditam neles”, disse ele.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments