Japão expande estado de emergencia pra todo o país 7 estados já estavam em estado de emergencia desde o dia 7 de abril.

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Japão
© Shinzo Abe

O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe anunciou nesta quinta-feira(16/04) que o governo nacional está expandindo o estado atual de emergência para a nova doença de coronavírus (COVID-19) em todo o país até 6 de maio. Abe já declarou estado de emergência para sete prefeituras em 7 de abril, depois de discutir o assunto com um painel consultivo de especialistas. A força-tarefa COVID-19 do governo se reuniu novamente na noite de quinta-feira para recomendações de especialistas antes de anunciar formalmente a expansão.

Sobre o estado de emergencia no país:

Abe declarou anteriormente um estado de emergência em Tóquio, Kanagawa, Saitama, Chiba, Osaka, Hyogo e Fukuoka, de 7 de abril a 6 de maio. O governador de Quioto, Takatoshi Nishiwaki, pediu ao governo japonês na sexta-feira para adicionar a prefeitura ao estado de emergência. O governador de Aichi, Hideaki Oumura, pediu da mesma forma que o governo japonês na quinta-feira adicionasse sua prefeitura à lista e depois declarou de forma independente um estado de emergência. Hokkaido suspendeu seu próprio estado de emergência por três semanas em 19 de março, apenas para declarar um segundo estado de emergência no domingo.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
dan
dan
10 meses atrás

Acho que o Japão demorou bastante em fazer isso, pois o foco inicial do Covid-19 é justamente no país vizinho, que é a China (será que ele está sendo bastante criticado pela população pela demora em tomar atitude de declarar isso?).
Se tivessem feito isso lá no início de Março, talvez estariam que nem a Coreia do Sul ou mesmo a China na atualidade, com baixíssimos casos diários (menos de 50 casos, testes massivos com mais facilidade e contendo focos do vírus) e quase que retomando a rotina, mas com cautela.
Tiveram a sorte dos casos não terem subido muito, pois tem o costume de usarem máscaras em qualquer situação de virose e pólem sazonal.
Agora, vai juntar ao time de países que talvez só tem a expectativa quase retornar a rotina normal lá pra agosto ou setembro… ou antes disso, caso apareçam medicamentos eficientes que fazem que o paciente não pare na UTI e possa tratar na enfermaria ou mesmo em casa.