Kimetsu no Yaiba – Fãs fazem campanha para que filme seja a maior bilheteria de todos os tempos É provável que consigam

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Kimetsu no Yaiba
©Kimetsu no Yaiba

O filme Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha-hen arrecadou mais de 10,7 bilhões de ienes em apenas dez dias desde seu lançamento, tornando-o o filme mais rápido a ultrapassar essa quantia. Com o atual ímpeto de ganhos, não seria estranho que o filme ultrapassasse os 30,8 bilhões de ienes que o filme Sen to Chihiro no Kamikakushi arrecadou para se tornar o filme de maior bilheteria de todos os tempos no Japão.

Dentro dos cinemas há muitos comentários como “Vamos fazer de Rengoku-san o homem dos 30 bilhões de ienes“, “Eu virei quantas vezes forem necessárias para Rengoku-san quebrar a barreira dos 30 bilhões“. Na verdade, em 26 de outubro, a hashtag # 煉獄 さ ん 100 億 の 男 (# Rengoku-sanHomemDos10Milhões) se tornou viral no Twitter no Japão, quando foi confirmado que o filme havia ultrapassado aquela quantia em receita de bilheteria.

Vale ressaltar que a barreira dos dez bilhões de ienes foi superada com o filme Frozen 2 no Japão, lançado em novembro de 2019, 40 dias após sua estreia; e para o filme Makoto Shinkai, Tenki no Ko, 34 dias após seu lançamento.

Nesses dez dias, o filme mobilizou mais de 7,9 milhões de pessoas a irem aos cinemas japoneses. Embora o tema de “fazer de Rengoku-san o homem de dez bilhões” possa parecer estranho, ele também foi feito no filme de 2018, Detetive Conan: Zero the Enforcer.

No entanto, desta vez a hashtag de “Rengoku-san” não é apenas atingir dez bilhões, mas trinta bilhões de ienes, e é algo que os fãs nos cinemas garantem que é alcançável. “Nossa próxima meta é transformar Rengoku-san no homem de trinta bilhões“, “Eles ultrapassaram facilmente dez bilhões, isso não foi um desafio, então agora iremos para trinta bilhões, estou realmente ansioso para quando esse valor for ultrapassado ”e“ Parabéns! Continuarei a vir quantas vezes forem necessárias ”, são os comentários que se ouvem nas sessões.

O personagem Kyoujurou Rengoku, alvo do carinho dos fãs, é um personagem popular da franquia Kimetsu no Yaiba e principal protagonista do arco que o longa cobre. Sendo um dos Pilares dos Caçadores de Demônios e o espadachim mais forte da unidade, o personagem influencia até nas decisões que o verdadeiro protagonista, Tanjirou Kamado, tomaria mais tarde na história. Seu impacto sobre os fãs tem sido tal que abundam comentários na internet como “Rengoku-san é tão bom“, “A luta de Rengoku-san é a melhor que já vi” e “O espírito nobre de Rengoku-san poderia inspirar muitas pessoas”, mostrando o amor que o personagem conquistou.

Além disso, o excelente trabalho da voz do ator Satoshi Hino, que dublou Rengoku, foi um fator importante no carisma do personagem em sua transição do mangá para a animação, como Hino uma vez mencionou: “Mesmo quando você já sabe o que vai acontecer, você não será capaz de evitar se sentir mal quando esse momento acontecer. ” Além disso, com o lançamento da nova imagem e vídeos promocionais estrelados especificamente por Rengoku e Akaza, uma das luas superiores dos demônios, o êxtase de continuar enchendo as salas de cinema só aumentou.

Sinopse:

Japão, era Taisho. Tanjiro, um bondoso jovem que ganha a vida vendendo carvão, descobre que sua família foi massacrada por um demônio. E pra piorar, Nezuko, sua irmã mais nova e única sobrevivente, também foi transformada num demônio. Arrasado com esta sombria realidade, Tanjiro decide se tornar um matador de demônios para fazer sua irmã voltar a ser humana, e para matar o demônio que matou sua família. Um triste conto sobre dois irmãos, onde os destinos dos humanos e dos demônios se entrelaçam, começa agora. 

Mais sobre:

O mangá de Koyoharu Gotouge já inspirou um anime de televisão que estreou em abril de 2019.

Os principais membros da equipe da série anime estão retornando para a sequência. A TOHO e a Aniplex estão lidando com a distribuição do filme.

Haruo Sotozaki (Tales of Zestiria the X, Tales of Symphonia the Animation) dirigiu o anime na Ufotable (Fate / Zero, Kara no Kyoukai, Katsugeki: Touken Ranbu) também foi creditada pelos scripts. Akira Matsushima (Maria Watches Over Us, Tales of Zestiria the X) foi o designer de personagens, com Miyuki SatouYouko Kajiyama e Mika Kikuchi servindo como designers de sub-personagens. Yuki Kajiura (Sword Art Online, Fate / Zero, Madoka Magica) e Gou Shiina (Tales of Zestiria the X, Juni Taisen: Zodiac War, God Eater) compuseram a música. Hikaru Kondo produziu a série.

O mangá estreou na revista Weekly Shonen Jump em fevereiro de 2016.

A série de mangás está inspirando um novo jogo para smartphone intitulado Kimetsu no Yaiba: Keppuu Kengeki Royale além de um jogo de ação separado para PlayStation 4, intitulado Kimetsu no Yaiba: Hinokami Keppuutan.

Além disso, o mangá inspirou dois romances e uma peça de teatro.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rychard
Rychard
3 meses atrás

Subarashii.

Otavio Oliveira
Otavio Oliveira
3 meses atrás

sinceramente obra superestimada nao é tudo isso, o pessoal se contenta com pouco. filme do violet evergarden bem mais interessante. o anime do demon slayer é bom tenho certeza que o filme é bom tbm mas nao passa disso, a galera ta precisando assistir mais animes ja que tao achando essa obra uma coisa incrivel ta faltando mais animes pra eles.