MANGA Plus ajuda a determinar quais obras terão adaptação para anime O mercado exterior tem ganhado cada vez mais importância

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
©MANGA Plus
©MANGA Plus

O editor da Shueisha, Yuuta Momiyama, que gerencia os serviços online Shonen Jump Plus e MANGA Plus da revista Weekly Shonen Jump, escreveu um post no blog explicando por que o departamento editorial da Shonen Jump Plus gerencia a distribuição interna.

Primeiro, ele explicou que é comum as editoras venderem direitos de publicação no exterior para empresas estrangeiras por meio do departamento de licenciamento no exterior, e que esse sistema continua dando resultados positivos. No entanto, MANGA Plus é gerenciado diretamente pela Shueisha porque Momiyama quer que seja uma parte fundamental do foco editorial da Weekly Shonen Jump.

De acordo com Momiyama, o papel de uma revista de mangá é “oferecer ao mundo mangás novos e interessantes”. Para conseguir isso, a Weekly Shonen Jump faz uso extensivo de pesquisas e comentários de leitores. Com os dados do MANGA Plus, o departamento editorial pode acompanhar a recepção internacional desde o estágio inicial da serialização. Além disso, como o mercado internacional é tão importante para a indústria de anime, os dados do MANGA Plus já são usados ​​para ajudar a decidir quais títulos são adaptados para anime.

Momiyama também previu que o mercado de mangás no exterior será ainda mais importante no futuro. O MANGA Plus tem atualmente 5 milhões de usuários ativos mensais. Ele também apontou para um relatório da Kodansha afirmando que cerca de 20% das vendas de mangás atualmente vêm do exterior. Na Shueisha, as vendas de mangás no exterior aparentemente dobraram em 2021 em comparação com o ano anterior. Ele destacou a popularidade de Kaijuu 8-gou (Monster No. 8) em particular, cujo primeiro volume vendeu 250.000 cópias somente na França, apesar do preço mais alto por unidade de volumes de mangá em comparação ao Japão. Momiyama previu que a proporção de vendas no país e no exterior se igualará em dez anos.

Em entrevista em setembro, Momiyama repetiu muitos dos pontos sobre o crescimento do mercado externo. Embora o serviço MANGA Plus inclua anúncios, ele explicou que a prioridade é tornar a versão oficial de um mangá o mais acessível possível, em vez de monetizar a plataforma. Ele disse que a vantagem do MANGA Plus como serviço de distribuição simultânea é que não só evita a pirataria, mas também fecha a lacuna temporária entre a recepção nacional e estrangeira.

Por outro lado, Momiyama disse na entrevista que os custos de tradução são atualmente muito altos. Ele afirmou que a qualidade da tradução automática ainda é muito baixa, mas que ’em dez anos deve melhorar‘, acrescentando que ‘se conseguirmos produzir traduções de alta qualidade em muitos idiomas diferentes, será um divisor de águas’. Ele também destacou como problemas a falta de recursos operacionais da empresa para cada região e a censura local, afirmando que a empresa ainda carece de conhecimento nessas áreas. Como resultado, atualmente é difícil fazer as mudanças e ajustes necessários rapidamente.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.