Ministério Público pede 20 meses de prisão para o presidente da Ufotable por sonegação fiscal Não perdoaram não...

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Ufotable
©Kimetsu no Yaiba

O Ministério Público pediu um ano e oito meses de prisão para o presidente da produtora Ufotable, do popular anime Kimetsu no Yaiba, acusado de sonegar 137 milhões de ienes (mais de 1,19 milhão de dólares) em impostos.

A Ufotable, produtora de animação sediada em Tóquio que produziu o anime Kimetsu no Yaiba, Fate, entre outros, e também administra cafeterias temáticas relacionadas às suas propriedades intelectuais, e seu presidente Hikaru Kondo, foram acusados por esconder parte da receita entre 2015 e 2018, com o fim de amortecer futuros declínios de negócios. Assim, Kondo foi acusado de evasão fiscal de 137 milhões de ienes, incluindo impostos corporativos e impostos ao consumidor, e admitiu as acusações em sua primeira audiência.

No último apelo, os promotores observaram que Kondo ‘persistentemente instruiu a empresa a cometer irregularidades contábeis quando grandes lucros foram gerados, e que seus enganos foram bem planejados e sofisticados.‘ O Ministério Público referiu que Kondo ‘negou à empresa a responsabilidade de pagar impostos de boa fé‘ e requereu pena de um ano e oito meses de prisão. O veredicto está marcado para o dia 10 do próximo mês.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.