Jaspion – JBC adia o lançamento do mangá nacional COVID-19 está dando trabalho até para o Gigante Guerreiro Daileon

André Nunes
(redator de noticias)
 O Regresso do Jaspion
© O Regresso do Jaspion

Durante a transmissão ao vivo em seu perfil no Instagram, a Editora JBC anunciou, na última sexta-feira (22/05), o status de produção do mangá nacional O Regresso do Jaspion, que dá sequência à série clássica.

Devido à pandemia do COVID-19, o lançamento previsto para este mês de maio foi postergado, sem nova data anunciada. Segundo a editora, também não vai ser possível manter o valor de R$59,90 divulgado anteriormente, mas que o adiamento serviu também para mais retoques no produto final e alterações no texto.

O mangá conta com roteiros de Fabio Yabu e arte de Michel Borges, autores da trilogia Combo Rangers, também publicada pela JBC.

Veja a imagem abaixo:

O Regresso do Jaspion
© O Regresso do Jaspion

A edição vai ser lançada com 170 páginas em preto e branco e 14 coloridas, formato 17,5 x 24,5 cm, papel Lux Cream e capa dura. Além da edição física, o mangá vai possuir uma versão digital.

O mangá está sendo produzido a partir de uma parceria entre a JBC, a Sato Company e a Toei Company. Além de comemorar os 30 anos do lançamento da série original na televisão brasileira, a aventura inédita de Jaspion em mangá também faz parte das celebrações dos 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil.

Veja a imagem abaixo:

O Regresso do Jaspion
© O Regresso do Jaspion

Sinopse:

Órfão de pai e mãe, Jaspion foi criado pelo sábio Edin e chega à Terra a bordo da nave-robô Daileon. Junto do herói também chegam no nosso planeta a sua companheira andróide do herói, Anri, e a mascote Miya.

A missão do Campeão da Justiça é enfrentar o temido Satan Goss. Mas para que seu objetivo seja cumprido, Jaspion precisa encontrar as crianças escolhidas por Deus que teriam o poder de localizar o Pássaro Dourado, a ave mítica que trazia consigo o segredo para derrotar o pai do abominável MacGaren.

Mais sobre:

Sucesso absoluto na virada dos anos 1980 para os anos 1990, quando sua série foi exibida na extinta TV MancheteJaspion foi um marco e, ao lado de Changeman, foi responsável por desencadear uma verdadeira febre de heróis japoneses na época. O Campeão da Justiça faz parte da quarta geração de metal heroes do Japão cujos antecessores são os policiais do espaço GabanSharivan e Sheider. O sucesso do algoz do maligno Satan Goss ainda impulsionou a vinda de outro herói japonês: Spielvan, que chegou a ser rebatizado no Brasil de Jaspion 2 – embora as séries não tivessem correlação.

Ao todo Jaspion teve 46 episódios lançados no Japão em 1985. No Brasil, o herói chegou três anos depois, em 1988, trazido pela Everest Vídeo, a mesma que, depois de trocar de nome para Tikara Filmes, trouxe Shurato e Yu Yu Hakusho. Hoje é possível acompanhar as clássicas aventuras do herói em DVD e no canal Tokusatsu TV, no YouTube.

Fonte: Aqui

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
trackback

[…] Fonte […]