Impressões sobre a dublagem de Boku no Hero Academia na Funimation Após uma análise sobre a dublagem de Boku no Hero pela Funimation, deixo aqui minhas impressões

Bolinhodearroz
Boku no Hero Academia
©Bones / Boku no Hero Academia

Como já devem ter notado, a Funimation finalmente deu o ar das graças e já nos garantiu alguns dos animes de seu conteúdo dublado que está em fase de produção ainda, mas já demonstrou um grande diferencial das outras plataformas que não possuem tanta prioridade na dublagem de animes.

Portanto, para celebrar essa surpresa inesperada que veio antes da hora que eles estavam divulgando, nós estamos passando pelas produções dubladas e analisando para trazer nossas primeiras impressões direto para vocês. Neste artigo trago minhas considerações sobre a escolha de dublagem para Boku no Hero Academia.

Logo de cara já encontrei um ponto que, particularmente, foi bem difícil de me acostumar e de ver sem ter vontade de rir: Kazinho. Claro que é o apelido de Bakugou e que eles escolheram traduzir para deixar mais “didático”, visto que influencia na convivência dos personagens, porém não consigo olhar e levar a sério o Bakugou sendo chamado de “Kazinho”. Aliás, mais para frente vemos que eles não traduziram nem os nomes dos heróis, mantendo em sua forma original, então porque deixar logo esse apelido traduzido?

Funimation
©Bones / Boku no Hero Academia

Outro comentário também: Claro que muitas pessoas gostaram, mas, para mim, a voz do Midoriya tem algo que não se encaixa, não tem como explicar muito – até porque, mais para frente, nos acostumamos e relevamos um pouco -, a questão é que parece que ainda falta para o dublador incorporar a timidez e o jeito de ser do personagem, o que espero que aconteça durante os episódios que se seguirão até o final da temporada.

Uma coisa que não dá para criticar de forma nenhuma sobre a Funimation é a qualidade do áudio das dublagens, o trabalho em todos os animes que presenciei, até então, está excelente e torço que continuem dando certo nos outros também. A sincronia é muito boa, sobretudo com os efeitos do anime, visto que é uma história de heróis, então são diversos os efeitos sonoros que surgem e de várias formas também. Conseguiram adequar bem todas as nuances presentes no anime.

Uma mudança que, inclusive, gerou uma certa polêmica entre o público foi a escolha do dublador para o All Might. No filme 2 Heróis, a pessoa que faz a voz do personagem é o famoso Guilherme Briggs, porém a Funimation deu preferência para o Nestor Chiesse como aquele que dublaria All Might na série e isso não agradou muito os fãs. Particularmente também acredito que o Briggs pode ser uma escolha melhor, mas o Chiesse também não deixa a desejar e conseguiu incorporar bem o personagem.

Porém existe uma coisa nessa dublagem chamada “Uraraka” e não consegui, realmente, engolir muito a escolha que fizeram. Simplesmente não combina e nem privilegia as qualidades e os jeitos da personagem. Não é apenas uma visão crítica que dá para pensar “ah, mas consigo me acostumar”, porque não dá mesmo para acostumar.

Boku no Hero Academia
©Bones / Boku no Hero Academia

De maneira geral, bem geral mesmo, as escolhas podem agradar a grande maioria e satisfazer as exigências de muitos, porém ainda existem pontos questionáveis que podem facilmente ser notados por aqueles que assistem animes legendados em grande parte do tempo, como eu consegui notar. Aquele que mais consegui ver uma combinação melhor entre voz e personagem foi com o Bakugou, dublado pelo Fábio Lucindo (mesmo de Ash, Kuririn, Kiba Inuzuka, Killua e Ichigo), aqui pude presenciar uma harmonia na sincronização entre personalidade e voz.

No entanto, não é como se todas as vozes fossem uma escolha não muito adequada para os personagens, porque muitos ficaram excelentes e sem muito a comentar, porém ainda existe essa minoria que é impossível não pensar de maneira crítica, como o Lida que recebeu um timbre muito adulto, mesmo que sua voz original seja um pouco grave mesmo.

Mas é isso, deixem nos comentários suas opiniões e o que acharam das dublagens até agora. Respondam também: Sentiram falta da voz do Guilherme Briggs com All Might ou o Nestor Chiesse também combina muito com o personagem?

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jader Coelho
Jader Coelho
10 meses atrás

Guilherme Briggs é o 2 melhor dublador do Brasil

Kevin
Kevin
9 meses atrás

Concordo. Foram exatamente os pontos que me incomodaram (e que me fizeram dropar o anime dublado). Em especial, algo que me incomodou de mais foi o “Kazinho”. Cada vez que ouvia ele chamar o bakugou, me dava uma vergonha alheia kkkkkk

João Vítor
João Vítor
7 meses atrás
Reply to  Kevin

Vc sabe que essa sua reação foi a msm dos japoneses ao ouvir kachan ne?

Bolinho
Bolinho
7 meses atrás
Reply to  João Vítor

João Vitor, concordo que, pelo idioma deles, seria o mesmo que escutarmos a tradução. Porém eles estão acostumados com os honoríficos “chan”, “san”, “kun”, etc. Então para eles já é bem comum e nada estranho, sobretudo porque eles possuem uma mentalidade diferente do que a dos brasileiros que vivem em uma eterna quinta série :v Brincadeiras à parte, mas espero que consiga entender o motivo da estranheza…

João Vítor
João Vítor
7 meses atrás

Concordo em algumas coisas e discordo em outras, kazinho na minha opinião ta certo, tipo se vc achou vergonhoso imagina os japoneses vendo kkkk, e a voz do midoria eu curti muito, tipo MUITO MSM, achei muito bem feito, a do lida a voz ta mais grave mas a interpretação ta idêntica

Reki
Reki
6 meses atrás

Kazinho dá pra levar de boa, já o “Bakúgo”…isso dói os ouvidos, a pronúncia tá nítidamente errada. Voz do Midoriya tá top, não me incomodou nem um pouco e a do Lida ficou muito grave, isso me incomodou bastante.
A Voz da Uraraka descaracterizou a personagem, incrível isso! Mas do primeiro filme tava a mesma coisa. Bianca Alencar+Uraraka=perfeição (segundo filme). Todoroki…ah… Todoroki… Robson Kumode>>>>André Sauer.
Resumindo, a Dublagem do segundo filme>>>>>>>série de TV, tanto em elenco, direção e principalmente no estúdio.