Shaman King chega a Netflix em agosto com dublagem O anime esta sendo transmitido no Japão desde abril

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Shaman King
©Shaman King

A plataforma Netflix atualizou seu catálogo de lançamentos anunciando que a nova adaptação animada do mangá escrito e ilustrado por Hiroyuki Takei, Shaman King chegará ao catálogo em 9 de agosto.

A série está sendo transmitida no Japão desde 1º de abril e tera um total de 52 episódios. Esta nova produção reinicia a história da série e cobrirá o mangá original em sua totalidade. A obra inspirou uma adaptação de anime de 64 episódios produzidos pela XEBEC Studios sob a direção de Seiji Mizushima e roteiros escritos por Katsuhiko Koide, lançados em julho de 2001.

Sinopse:

Uma batalha está prestes a começar em Tóquio: a Batalha dos Xamãs, uma competição que ocorre a cada quinhentos anos em que os xamãs (aqueles que podem comandar espíritos) se confrontam. Aquele que for vitorioso neste torneio será reconhecido como o “Rei Xamã” e poderá entrar em contato e controlar o Grande Espírito, permitindo-lhe reformar o mundo à sua vontade através de seu imenso poder.

Durante uma caminhada noturna, Manta Oyamada conhece seu parceiro, o despreocupado Yoh Asakura, que o convida a olhar as estrelas com outros amigos que, para horror de Manta, acabam sendo os fantasmas do cemitério local. No entanto, também é surpreendente que Manta seja capaz de vê-los.

Mais sobre:

A animação é do estúdio Bridge (Fairy Tail, The Royal Tutor), a direção é de Joji Furuta (The Seven Deadly Sins: Revival of The Commandments, Uta no Prince Sama Maji Love Kingdom, Double Decker! Doug & Kirill, ēlDLIVE), o guião é de e Shoji Yonemura (Pokémon franchise, Wave, Listen to Me!) e o design de personagens é de Satohiko Sano (Heybot!, Welcome to Demon School, Iruma-kun, Talentless Nana).

A produção musical é da King Record, com Masafumi Mima na direção do áudio e Yuki Hayashi (My Hero Academia, Haikyu!!) a compor a música.

O mangá Shaman King foi originalmente publicado na revista Shonen Jump, da editora Shueisha, entre 1998 e 2004, a obra teve 32 volumes, mas foi finalizada de forma abrupta sem o seu final definitivo. Depois o mangá recebeu uma versão kazenban contendo apenas 27 volumes com o seu “final verdadeiro”.

No final de 2017 foi anunciada uma nova versão da obra em comemoração pelos 20 anos da franquia, esta versão reedita todos volumes da obra para que a série tenha 35 volumes e o seu “verdadeiro final”.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments