Funcionário de estúdio de animação é preso por agressão sexual Não foi revelado em qual estúdio ele trabalhava

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Japão
©TBS Newsel / Hikari Sato

O portal Tokyo Reporter relatou que a Polícia Metropolitana de Tóquio prendeu um funcionário de uma empresa de animação pela alegada agressão sexual de uma estudante do ensino médio no distrito de Edogawa no início deste ano, informado pela TBS News em 21 de maio no Japão.

Em 22 de abril, Hikari Sato, 39, teria agarrado a garota por trás enquanto ela voltava para casa. Então ele acariciou seu peito e beijou-a com força. Depois de empurrá-la para o chão, o suspeito fugiu do local. A menina sofreu ferimentos leves não especificados segundo a polícia. Após sua prisão por suspeita de agressão sexual, Sato admitiu as acusações.

Segundo a polícia, Sato se destacou como o principal suspeito do caso após examinar as imagens das câmeras de segurança. O suspeito a viu pela primeira vez dentro de um vagão de trem. Depois que a garota saiu em uma estação, ele a seguiu por uma distância de cerca de um quilômetro antes de realizar o ataque. “Como havia uma linda colegial no trem, eu a segui. Agi sem pensar ”, disse Sato à polícia. Por fim, nem o relatório policial nem a mídia revelaram a qual estúdio de animação ele pertence.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments