Jujutsu Kaisen causa polêmica na Coreia do Sul E o passado dos dois países vem a tona de novo...

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Jujutsu Kaisen
©Jujutsu Kaisen

Se olharmos para os tempos mais recentes na indústria de anime, é evidente que a adaptação animada do mangá Jujutsu Kaisen é uma das mais populares do momento. A série sobrenatural reuniu um exército de fãs leais em todo o mundo, no entanto, as coisas estão indo muito mal na Coreia do Sul. Afinal, o episódio mais recente do anime levou alguns fãs a convocarem um boicote à franquia, enraivecidos por um certo nome polêmico.

A situação foi divulgada via Reddit. Uma postagem de um usuário (@itadorinatsuki) que se identificou como originário da Coreia do Sul disse que os fãs de Jujutsu Kaisen no exterior estão atacando Gege Akutami por causa um nome específico. O problema vem do ataque de Mei Mei, chamado “Bird Strike (神 風 / バ ー ド ス ト ラ イ ク)” e que em kanji é escrito da mesma forma que a palavra “kamikaze”.

Kamikaze” foi a equipe de bombardeios suicidas do Japão durante a Segunda Guerra Mundial. “A razão pela qual a base de fãs na Coreia do Sul está bastante chateada é que, durante aqueles tempos sombrios da história moderna, muitos coreanos foram forçados a se juntar aos esquadrões kamikaze e se sacrificar” em nome do Japão“, explicou o usuário.

Assim, muitos fãs na Coreia do Sul expressaram sua insatisfação com o nome desta técnica e não demorou muito para torná-la conhecida. Por meio do Twitter, uma hashtag começou a circular acusando Gege Akutami de ser partidário do imperialismo japonês. O termo “kamikaze” também se tornou uma tendência, e o usuário do Reddit traduziu algumas das mensagens mais relevantes. Como esperado, elas não são nada encorajadoras, e muitos mencionaram “se sentir traído pela série” ou “ter memórias da história coreana, feridas que ainda estão frescas“.

Na verdade, as relações entre a Coreia do Sul e o Japão permanecem frágeis até o momento. As nações estão em desacordo desde que o Japão invadiu e ocupou a Coréia pela força no passado, e muitos sul-coreanos ainda guardam rancor porque o Japão não reconheceu totalmente os crimes que cometeu na época. Assim, o tema de Jujutsu Kaisen simplesmente jogou lenha em uma fogueira que já era bastante grande há muito tempo, e o futuro da reputação de Gege Akutami na Coréia do Sul de agora em diante é incerto.

Sinopse:

Por alguma estranha razão, Yuji Itadori, apesar de seu atletismo insano, preferia simplesmente sair com o Clube Oculto. No entanto, ele logo descobre que o ocultismo é tão real quanto parece quando seus companheiros de clube são atacados! Enquanto isso, o misterioso Megumi Fushiguro está rastreando um objeto amaldiçoado de nível especial, e sua busca o leva a Itadori…

Mais sobre:

Sunghoo Park (The God of High School) está dirigindo o anime na MAPPAHiroshi Seko (Attack on Titan: Lost Girls, Banana Fish, Vinland Saga) está escrevendo e supervisionando os roteiros. Tadashi Hiramatsu (His and Her Circumstances, Yuri!!! on Ice, Kiseiju no Parasyte) está projetando os personagens. Hiroaki Tsutsumi, Yoshimasa Terui e Arisa Okehazama estão compondo a música.

Akutami lançou o mangá na Weekly Shonen Jump em março de 2018.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
rolinha
rolinha
8 meses atrás

Caralho esses doente são mais doente do que eu pensava, implicar em um nome de ataque e uma história real vai se fud# esses coreano tem mais é que se fud# mesmo.